Pesquisar este blog

DESTAQUE

A CIÊNCIA DO ERRO | Sobre Verdades, Veracidade e Realidade Objetiva - Parte 1: Uma resposta a Marcelo Gleiser

A CIÊNCIA DO ERRO Sobre Verdades, Veracidade e Realidade Objetiva Parte 1:   Uma resposta a Marcelo Gleiser Dedicado ao me...

quinta-feira, 26 de julho de 2012

EU, TÚ, ELES = NÓS... TODOS NÓS, HUMANOS... - Parte 1




Thales Vianna Coutinho
Eu sou ateu! Mas hoje colhi MAIS UMA EVIDÊNCIA de que a raiz de todo mal não é a religião! Tem MUITO ATEU por ai BASTANTE HIPÓCRITA, SAGAZ e com a detenção do menor poder já apresentam SINAIS DE TIRANIA E CENSURA. A raiz de todo mal é a própria pessoa, independente de crer ou não em um ou mais deuses. Então, se querem minha opinião: não façam amigos por estes serem "ateus", ou serem "religiosos". Façam amigos pelo fato da pessoa te fazer bem. Porque pessoas ruins, ardilosas, extremistas, inescrupulosas... psicopatas... tem em todos os lugares!
Curtir (desfazer) ·  · Seguir (desfazer) publicação · Ontem às 17:52
Você, Brenda Pratte, Hugo Borges, Andy B. Goode e outras 2 pessoas curtiram isso.

Carlos Leger Sherman Palmer De acordo... Evidentemente, o ceticismo conduzirá a mais acertos... Mas crença ou descrença não define caráter... Mas contribui... Mas a personalidade subsistirá, crendo ou não... A personalidade contribuirá em buscar a proteção do grupo, e sucumbir ao medo, ou em aventurar-se por mares nunca antes navegados, e sem medo da verdade...
há 3 horas · Curtir · 3

Carlos Leger Sherman Palmer ‎Thales Vianna Coutinho , hoje estou em um estado de epifania bioquímica, rrsrsrs, feliz por conhecê-lo... Enquanto caminho para a morte certa... Muito feliz por estar vivo e dotado de lucidez....
há 2 horas · Curtir · 1

Thales Vianna Coutinho A recíproca é verdadeira, tenha certeza! =)
há 2 horas · Editado · Curtir

Willian Souza Bernardes Não mesmo__ Entretanto, impõe coragem aos que a segue, servindo de catapultas para seus atos.
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer Sim... Vejam a diferença entre dos esquizofrênicos, John Nash e Wellington Menezes... Ambos obsessivos, ambos com dificuldade de separar realidade e fantasia, um doutrinado pela ciência, outro pela punção de morte bíblica... Um buscava loucamente padrões, enquanto outro pensava em purificação e expiação... Um levou o Nobel, o outro ganhou grande notoriedade em um país latino americano, pelo assassinato de crianças...
há ± 1 hora · Curtir · 2

Carlos Leger Sherman Palmer ‎'dois', sorry....
há ± 1 hora · Curtir

Lucimara V Vaz Não são as coisas de fora que mudam as de dentro... Acho que foi o Guimarães Rosa que falou isto.
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer Nash também poderia ter matado... Evidentemente outros vetores aturam neste processo, drivando Nash para a introspecção, enquanto Wellington liberou - por sua natureza - a ação....
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza Na minha opiniao, a raiz de todo mal 'e a mente insana do ser humano e uma de suas piores invencoes foi sem duvida a religiao.
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer ‎Lucimara V Vaz, sem dúvida a genética é crucial, e a nossa personalidade e comportamento decorrem sobretudo deste vetor... Isso é claro pra mim, e para a Neurociência.... Mas evidentemente a nossa natureza se manifestará em relação ao meio... O que acha de mutilar um órgão genital? Se for judia irá considerar normal... Cultural... 100%... Mas, pertencer a um grupo, sem questionar o seu papel, terá forte impulsão genética... Você fará o que o grupo fizer, se fizer parte dele...
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer Uma nação, sob hipnose, seguiu o impulso assassino de Hitler, e terminada a guerra retornou ao seu estado natural...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Querida amiga Marcia Souza, poucas vezes discordei tão frontalmente de você, rsrsrsrs... So sorry... 'Mente insana do ser humano'? Bem bíblico... De onde tirou isso? Não procede, nem minimamente, e se estamos aqui é porque fomos mais solidários do que 'malvadões'... Não existe essa 'mente insana'... Mas concordo que a religião é um vetor, um meme, um vírus, no comportamento coletivo... Sem dúvida... Fico com Dennett e dawkins neste particular...
há ± 1 hora · Curtir · 1

Lucimara V Vaz Carlos, não sei não.. eu faço ou não parte de um grupo social? Tem um grupo social independente de classe social no Brasil? Pois geralmente sou excluída de certos grupos (deficiência física, ou seja, surdez) e participo de outros, como na faculdade, onde estava entre os que sentavam na cadeira da frente. Essa de "pertencer" não fica bem claro para mim.
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza rs...discorde sempre que preciso Carlos, sem problemas. Nao quero dizer que todos os seres humanos possuem a mente insana mas pessoas que participam da destruicao do avanco humano.
há ± 1 hora · Curtir

Lucimara V Vaz Respeitosamente também discordo da Márcia. A questão do bem e do mal não se explica só por religião, que é apenas uma forma de congregar os naturalmente hipócritas.. que me perdoem os amigos religiosos dos quais realmente gosto.
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer Não entendi Lucimara?
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Estou falando de hipnoze, de catarze coletiva, e doutrinação... Não de comportamentos esporádicos... Mas estar suscetível é genético... Isso já é bem conhecido... Este mesmo post esta sendo discutido em outro chat, vou copiar minha explicação...
há ± 1 hora · Curtir

Lucimara V Vaz Qual parte? A de pertencer ou de discordar?
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Thales, meu grande amigo e parceiro, acho que efetivamente existem técnicas de lavagem cerebral e hipnose na doutrinação religiosa... Mas evidentemente a antiga crença de que o homem é produto do meio, ou que podemos moldar o homem, está completamente furada... Não obstante a força da genética ser crucial, a embriogênese e os imprintings - nas primeiras horas, dias, meses e anos - já denotariam uma certa interferência do meio, como marcas no cimento fresco da fisiologia... A nossa personalidade estará então à mercê da vida cultural e das religiões, mas dependendo diretamente de nossa neurofisiologia...

Colocando a coisa em termos práticos, a tendência obsessiva vem de nossa natureza, mas se será convergida para a religião, para o jogo, ou para a música, isso dependerá do meio... O fervor é inato, a afiliação religiosa é cultural - judeu, cristão, islâmico, budista, taoista... 20% das pessoas são altamente hipnotizáveis, 20% não são de forma alguma, 60% dependem do hipnotizador e das condições para a hipnose... Ou seja, seremos mais ou menos suscetíveis à hipnose dos algozes do púlpito e a eficácia de suas técnicas, em razão direta com a nossa tendência natural a sermos hipnotizados... Isso se explica no Córtex, em nossa rotina de supervisão de 'absurdos', onde uns estarão mais ou menos dotados de rigor nesta supervisão; involuntariamente... A religião trabalha aí, assim como as superstições em geral...

A tendência a permanecer no grupo, a seguir um líder, são volições inatas... nem todos seremos líderes, e existem moderadores evolutivos para tal... Nem todos seremos destemidos... Crentes não são conscientes disso, e mesmo que fossem ainda dependeriam de outras habilidades naturais para virar o jogo... E de muita paciência e ajuda... Sem garantia de sucesso... Temer pode estar em sua natureza...

Os algozes do púlpito também estão atuando de acordo com a sua natureza ambiciosa e individual, inata... Valendo-se do recurso da religião ou batendo carteiras na rua, sua natureza - que pode até apresentar contornos de psicopatologia, ou a simples disfunção na produção de oxitocina e vasopressina - o conduz a atropelar seus semelhantes sem remorso...

Todos vítimas de uma única verdade, 'somos quem somos sem intencionar sê-lo'...

Muitos ditos ateus, valem-se inconscientemente, e por falta de estudo específico, a utilizar a própria falácia religiosa do 'livre arbítrio', para atacar crentes e algozes... Não é o caso de nenhum de nós neste debate, mas é bem comum...

Evidentemente, o ceticismo conduzirá a mais acertos... Mas crença ou descrença não define caráter... Mas pode contribuir, e muito... Mas a personalidade subsistirá, crendo ou não... A personalidade contribuirá em buscar a proteção do grupo, e sucumbir ao medo, ou em aventurar-se por mares nunca antes navegados, e sem medo da verdade...

Ético, logo cético...

Carlos Sherman
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza comeco a pensar que estou me expressando mal. De forma alguma acho que a religiao e' a explicacao para tudo de errado nu mundo, apenas a vejo como um grande atraso humano.
há ± 1 hora · Curtir

Lucimara V Vaz Nossa, Palmer!
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer A religião vem de nós... É um fenômeno cultura e político, que decorre da nossa capacidade ficcional, e de onde emerge parte importante da arte, e até mesmo do instinto científico...
há ± 1 hora · Curtir

Lucimara V Vaz O instinto de arrebanhar e seguir um líder é genético?
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer O nosso cérebro pode produzir documentários ou ficções estando um lado dedicado mais a uma tarefa do que o outro... Seções no corpo caloso, separando os dois hemisférios provam esta tese...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer O lado esquerdo mente e fantasia, rsrsrsrsrs... O lado direito documenta e racionaliza...
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer E podemos testá-los, seccionados, na mesma pessoa....
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer a religião decorre da superstição, que decorre de uma falha... Qual? Considerar como um padrão ordinário, causa e efeito, o que não denota um padrão...
há ± 1 hora · Curtir · 1

Marcia Souza exatamente, a religiao vem de nos. Nos a criamos...podemos fazem bem melhor e fizemos, a ciencia.
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer Estive no Perú a três semanas... Visitei as escavações dos Moches, que atribuíam à sua principal divindade o poder de fazer chover... E para isso, 'reconheceram o padrão' de que verter sangue humano à terra agradaria a Ai Apaec... Decapitaram sem cessar, principalmente durante o El Niño...
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer Estavam equivocados com relação ao padrão... Mas reconhecer padrões é a síntese da inteligência... E portanto é fundamental reconhecer padrões, e evoluímos neste particular, acumulando conhecimento...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Mas nem todos serão líderes, nem todos serão eficazes no reconhecimento de padrões... Somos diferentes... E sem problema...
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer E outros, os algozes do púlpito, se valeram disso, do medo de muitos, na necessidade de seguir a líderes, da facilidade em acreditar em fenômenos causais simples para explicar tudo, e controlaram estas massas...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Este é o processo...
há ± 1 hora · Curtir

Lucimara V Vaz Necessita de uma multidão de bobinhos para dar certo.
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Estes algozes, representam estas massas como rebanhos, e é bem por aí... Só que tais algozes também decorrem de sua volição genética, seus distúrbios bioquímicos e psíquicos...
há ± 1 hora · Curtir


EU, TÚ, ELES = NÓS...Parte 2




Marcia Souza Carlos, gostaria de saber como reconheceram o padrao de que veter sangue humano agradaria a Ai Apaec...o que os levaram a tal conclusao?
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Beleza... Querida, imaginemos que uma 'moche' está andando pelas montanhas, resvala e cai num precipício, ok?
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza ja imagino... hehe
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Um fenômeno distinto, trágico... Mas imagine que o xamã está na labuta para atender aos deuses para que chova, ok?
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza mas e' incrivel a insistencia deles pois e' claro que muitas vezes mesmo com o sacrificio a chuva nao vinha.
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer e a mocinha morre, e chove... Taí uma oportunidade para uma falha no reconhecimento de padrões... E o xamã, por não dispor de conhecimento escrito, cumulativo, testado, documentado, está tateando com a realidade, ok?
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer E ao faze-lo, normalmente sob efeito de drogas e sob pressão - 'cadê a chuva xamã?' - rola a associação simples, ordinária, causal....
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer estamos - a maioria - dotados de detectores de relações causais... mas poucos estavam dotados de treinamento para e condições para as relações complexas... o conhecimento cumulativo, juntou o conhecimento e a observação de muitos homens, ao longos dos tempos... hoje treinamos nossos jovens sem problema, para compreender o ciclo da chuva...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer mas voltando à hipotética civilização, o xamã relaciona a morte da jovem com a chuva, e todos concordam...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer E começa a chover, por desgraça das mulheres começou a estação de chuvas, rsrsrs, fudeu....
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer o xamã ordena o sacrifício humano de jovens... e continua chovendo....
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza kkkkkkkk...sempre as mulheres
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer até que cessa a chuva, e eles seguem atirando jovens do mesmo precipício... quando o xamã decide que a primeira jovem era virgem...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer quando os deuses descobriram que as que mandamos não eram ficaram putos... então desandam a matar virgens...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer mas não funciona mais...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Outro padrão precisará ser encontrado...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Um padrão equivocado emerge de uma circunstância...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Isso é a genealogia das superstições...
há ± 1 hora · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer Querida, no caso particular dos moches eram somente homens... E chegaram às raias da extinção por isso... As mulheres abundavam, rsrsrsrsrs... Faltaram homens e guerreiros... Sobrevieram os Chimus, e por aí vai....
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza e' fascinante conhecer historias de civilizacoes...mas que falta de empatia ne?
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer em que sentido?
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza falo dos sacrificios, nas crueldades....principalmente com criancas
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Porque não fazemos o mesmo hoje? O nosso cérebro evoluiu? Não... A Evolução se processa em milhões de anos e estamos separdos dos Moches a pouco mais de 2000 anos....
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza arrancavam coracoes de pessoas vivas
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer sim querida, mas eles não viam assim... acreditavam na vida após a morte...
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza nao existia limites
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer sim, e até coisa pior, rsrsrsrs....
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer não existiam os mesmos critérios de que dispomos... e que decorrem de homens, como você, eu e eles... só que vivendo em outro tempo, com o benefício do conhecimento cumulativo humano, e dotado de uma genética especial... como nós, céticos, dedicados ao conhecimentos, que não estamos vendo a novela no horário nobre, rsrsrsrsrsrs....
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Evito o maniqueísmo... Não procede...
há ± 1 hora · Curtir

Thales Vianna Coutinho Pois é... mas, religião é política são - em essência - a mesma coisa: idéias... memes! E, na política, já foram descobertas a participação de vários genes específicos não apenas para o "engajamento político" em si, mas para a "ideologia política", ou seja, por exemplo, existem genes específicos que irão dizer se você terá uma fortíssima tendência a se engajar pela política democrática, ou republicana. Estes estudos são muito recentes, mas já figuram em revistas de alto fator de impacto (James Fowler é, talvez, o principal pesquisador nessa área que já recebeu o nome de genopolítica). Não tenho dados específicos, mas tenho uma forte suspeita/hipótese (com base no raciocínio lógico) que aconteça a mesma coisa com a religiosidade. É muito provável que haja genes específicos, que configurem padrões específicos em nossos cérebros, que nos façam ter interesse por uma religião específica (não necessáriamente um "gene do catolicismo" - da mesma forma como não há um "gene do PT" (AInda bem! hehehe) - mas genes que nos levem a ter interesse por um certo padrão característico de certo grupo religioso. Assim, teríamos ainda menos poder sobre a escolha (ou não escolha) de alguma religião, e estaria ainda mais clara a razão pela qual alguns não se adaptam à religião, da mesma forma como alguns não se adaptam à política. Acho que os próximos meses e anos vão nos revelar coisas muito interessantes sobre isso! ;)
há ± 1 hora · Curtir (desfazer) · 1

Marcia Souza e nao foi por superticao e foram vencidos pelos espanhois?
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Sim...
há ± 1 hora · Curtir

Marcia Souza Carlos, vc acha que todas as etnias possuem o mesmo nivel de raciocinio uma vez que vivemos diferentes experiencias?
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Na verdade, deveríamos dizer que existem genes para o 'engajamento', seja religioso, político, ou futebol... A adesão a grupos, a fidelidade a um grupo... Como mecanismo evolutivo... MAS A ESSÊNCIA DISSO PODE RESIDIR NO DISCERNIMENTO ENTRE EU, NÓS E ELES...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Na base dos engajamentos, preconceitos...
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Quem somos nós?
há ± 1 hora · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Quem são os outros?
há ± 1 hora · Curtir

Thales Vianna Coutinho Sim, existem genes de engajamento político (e religioso) no geral. Mas já existem fortes evidências também de genes que nos predispõem a visões políticas específicas.
há 59 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer A generosidade reside na expansão do NÓS, para além das fronteiras genéticas... Para além das fronteiras nacionais...
há 59 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer e acho que nós, este grupo e similares, estão povoados de pessoas que estão efetivamente mudando o mundo, aportando solidariedade... Somente por ampliar o conceito de nós... NÓS, HUMANOS, DEMASIADO HUMANOS... NÓS, HUMANIDADE, NÓS, VIDA...
há 57 minutos · Curtir · 1

Thales Vianna Coutinho Eu vou me ausentar um pouco, mas na volta vou tentar colocar a palestra que o James Fowler deu num congresso de Psicologia Evolucionista, em que explica bem direitinho isso. Se eu não achar, eu coloco o link dos artigos mesmo. ;)
há 57 minutos · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer Não importa ser ateu... Importa ser humano...
há 57 minutos · Curtir · 1

Carlos Leger Sherman Palmer Sim Thales, mas é uma questão de interpretação, e certo sensacionalismo... Genes são receitas para a produção de cadeias proteicas, e ponto final, rsrsrsrsrs... Mas, tais cadeias desencadearão papéis complexos, em uma complexa cadeia fisiológica, até redundarem no COMPORTAMENTO... O que pode haver, são certas características de personalidade que tenhamos associado a uma ideologia em particular e não o contrário... Explico, um tendência a 'ser do contra', bélica, rançosa... Redundará em bons comunistas, marxistas, rsrsrsrsrsrsrs.... Mas não existe um gene do marxismos, ou 'MARXIANISMO', como prefiro chamar.... Certas condutas diplomáticas, são associadas a partidos de centro, mas não existem os genes centristas, e sim personalidades que se encaixam bem em nosso padrão de centrismo político...
há 52 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Marcia, sobre o nível de raciocínio associado a etnias, eu devo dizer primeiramente que quase não existem etnias que mereçam tão denominação, a não ser culturas isoladas e autóctones... O seu Jorge, negão azulão, tem genética européia, a Alcione é bem afro... O Neguinho da Beija-Flor é bem europeu...
há 48 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Melanina não diz muito... Tem o sistema imunológico, que nos descreve bem melhor do que etnias melanínicas... De forma que poderíamos embargar o papo aí, rsrsrsrsr... Mas a inteligência, a capacidade de reconhecer padrões, está espalhada pela humanidade além das fronteiras de cor, ou ditas étnicas...
há 47 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer A genética podem orientar o 'tipo de inteligência'... Cinestésica - movimento -, espacial, emocional, lógico-matemática... Certos aspectos da resistência física, peso, etc, podem estar circunscritos a certas etnias, como os corredores de fundo do Quênia, o biotipo clássico, afro, para o atletismo, mas a inteligência não parece estar segregada desta forma...
há 43 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Estudos mostram que os diferentes tipos de linguagem decorreram de diferentes grupos genéticos, e diferentes formas de pesar, denotando mais objetividade de uns e subjetividade de outros...
há 42 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Mas praticamente toda produção linguística humana faz uso da mesma construção com sujeito, verbo, adjetivo e substantivo...
há 41 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Inverte a ordem, mas mantém uma similaridade HUMANA...
há 40 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Estamos misturados, e que bom... Humanos, troppo umanos...
há 40 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Marcia, lá atrás vc disse que a crueldade não tinha limites e não foi por superstição... Foi sim, rsrsrsrsrs, foi por ignorância, por ignorar sistemas complexos, multivariáveis, etc... Os espanhóis sobrepujaram os Incas, que sobrepujaram os Chimus, que sobrepujaram os Moches, rsrsrsrsrsrss... Mas a Inquisição Espanhola, por superstição, queimava pessoas vivas... Não somente na Espanha... No mundo islâmico, por superstição, pessoas são apedrejadas, enforcadas, mutiladas....
há 36 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Excelente reflexão... Valeu queridos e queridas... NÓS SOMOS A HUMANIDADE...
há 35 minutos · Curtir

Marcia Souza Nao Carlos, eu nao disse que nao foi por superticao. Na verdade eu fiz uma pergunta..."e nao foi por superticao que foram vencidos pelos espanhois?"
há 25 minutos · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer Os espanhóis também eram supersticiosos, com suas cruzes, 'xamãs' e 'livros sagrados'... Mas eram superiores tecnologicamente... Sim possuíam mais conhecimento...
alguns segundos atrás · Curtir

Carlos Leger Sherman Palmer EU, TÚ, ELES = NÓS... TODOS NÓS... TODA A HUMANIDADE...
alguns segundos atrás · Curtir

Crer ou não crer, heis a questão...



Thales, meu grande amigo e parceiro, acho que efetivamente existem técnicas de lavagem cerebral e hipnose na doutrinação religiosa... Mas evidentemente a antiga crença de que o homem é produto do meio, ou que podemos moldar o homem, está completamente furada... Não obstante a força da genética ser crucial, a embriogênese e os imprintings - nas primeiras horas, dias, meses e anos - já denotariam uma certa interferência do meio, como marcas no cimento fresco da fisiologia... A nossa personalidade estará então à mercê da vida cultural e das religiões, mas dependendo diretamente de nossa neurofisiologia... 

Colocando a coisa em termos práticos, a tendência obsessiva vem de nossa natureza, mas se será convergida para a religião, para o jogo, ou para a música, isso dependerá do meio... O fervor é inato, a afiliação religiosa é cultural - judeu, cristão, islâmico, budista, taoista... 20% das pessoas são altamente hipnotizáveis, 20% não são de forma alguma, 60% dependem do hipnotizador e das condições para a hipnose... Ou seja, seremos mais ou menos suscetíveis à hipnose dos algozes do púlpito e a eficácia de suas técnicas, em razão direta com a nossa tendência natural a sermos hipnotizados... Isso se explica no Córtex, em nossa rotina de supervisão de 'absurdos', onde uns estarão mais ou menos dotados de rigor nesta supervisão; involuntariamente... A religião trabalha aí, assim como as superstições em geral... 

A tendência a permanecer no grupo, a seguir um líder, são volições inatas... nem todos seremos líderes, e existem moderadores evolutivos para tal... Nem todos seremos destemidos... Crentes não são conscientes disso, e mesmo que fossem ainda dependeriam de outras habilidades naturais para virar o jogo... E de muita paciência e ajuda... Sem garantia de sucesso... Temer pode estar em sua natureza... 

Os algozes do púlpito também estão atuando de acordo com a sua natureza ambiciosa e individual, inata... Valendo-se do recurso da religião ou batendo carteiras na rua, sua natureza - que pode até apresentar contornos de psicopatologia, ou a simples disfunção na produção de oxitocina e vasopressina - o conduz a atropelar seus semelhantes sem remorso... 

Todos vítimas de uma única verdade, 'somos quem somos sem intencionar sê-lo'... 

Muitos ditos ateus, valem-se inconscientemente, e por falta de estudo específico, a utilizar a própria falácia religiosa do 'livre arbítrio', para atacar crentes e algozes... Não é o caso de nenhum de nós neste debate, mas é bem comum... 

Evidentemente, o ceticismo conduzirá a mais acertos... Mas crença ou descrença não define caráter... Mas pode contribuir, e muito... Mas a personalidade subsistirá, crendo ou não... A personalidade contribuirá em buscar a proteção do grupo, e sucumbir ao medo, ou em aventurar-se por mares nunca antes navegados, e sem medo da verdade...

Ético, logo cético...


Carlos Sherman

Dan Dennett: A secular, scientific rebuttal to Rick Warren

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Chico Xavier, Definitivo...


Agnus Sei



Agnus Sei
João Bosco

Faces sob o sol, os olhos na cruz
Os heróis do bem prosseguem na brisa na manhã
Vão levar ao reino dos minaretes
A paz na ponta dos arietes
A conversão para os infiéis
Para trás ficou a marca da cruz
Na fumaça negra vinda na brisa da manhã
Ah, como é difícil tornar-se herói
Só quem tentou sabe como dói
Vencer satã só com orações
Á andá pa catarandá que deus tudo vê
Á andá pa catarandá que deus tudo vê
Á anda, ê hora, ê manda, ê mata,
Responderei não!
Dominus dominium juros além
Todos esses anos agnus sei que sou também
Mas ovelha negra me desgarrei
O meu pastor não sabe que eu sei
Da arma oculta na sua mão
Meu profano amor eu prefiro assim
Á nudez sem véus diante da santa-inquisição
Ah, o tribunal não recordará
Dos fugitivos de shangri-lá
O tempo vence toda a ilusão
Responderei Não!!!

Eter-na-mente...


Facundo... Fecundo...


Cinema Paradiso - Dulce Pontes

Bebo & Cigala - Hubo un lugar, Cuba linda

Helen Stellar - "IO (This Time Around)"

Cary Brothers "Ride" from The Last Kiss

Talk Talk Happiness Is Easy HQ

Gotye feat Kimbra - Somebody That I Used To Know (Tradução Pt-BR)

Kimbra - "Good Intent" (Live at Sing Sing Studios)

O Reductio Ad Absurdum de GIL...


Foto tirada pela sonda Spirit em Marte... Não fosse este planeta tão menor que a Terra, a sua atmosfera teria se mantido e filtrando os terríveis e radioativos ventos solares, haveria de lograr as contingências para a vida...





O 'GIL' desafiou: 


COMO PODEM PENSAR Q O UNIVERSO SE SUSTENTA POR SI SO....




Como podem acreditar que deuses - todos eles - sustentam-se por si só? Pairando no ar, e na fantasia de quem não vive sem amiguinhos imaginários, sem culpados nem inocentes... Sem amuletos para a morte conselheira, enquanto morrem em vida, em eterna expiação... 

Como podem ser tão arrogantes aqueles que pensam que 10^23 a estrelas estão aí para nos servir e enfeitar a noite da criatura de deus? Estrelas criadas por deus no happy-hour do quarto dia... Como podem vomitar certezas, aqueles que nada sabem sobre nada? Aqueles que nada sabem sobre o Universo... Pior do que a ignorância é ignorar a própria ignorância... Como podem temer tanto? E por temor, como podem inventar tanto?

FIAT LUX... A verdade insiste, persiste, resiste e penetra...

Como podem acreditar que deuses - todos eles - sustentam-se por si só? Não percebe, GIL? Estamos bem diante de um Reductio Ad Absurdum... 

Um planeta minúsculo, o terceiro na ordem desde o Sol... Um dos quatro planetinhas rochosos do Sistema Solar, um milhão de vezes menor do que o Sol...

No Julgamento de Galileu o Cardeal Bellarmino, assim como tú - Gil -, desembainhou a sua ignóbil certeza: "Dizer que a Terra não está no Centro do Universo é o mesmo que dizer que Jesus Cristo não veio de uma Virgem"... Veio? 


Não estamos, por certo, no centro do Universo... Ou estamos, Gil? Se você está utilizando este e outros meios de comunicação, via satélite, então deveria saber que não estamos no centro de nada... E nem você, lamento informar, não está no centro das atenções 'criacionistas'... 

Estamos na periferia... Estamos na periferia da Via Lactea, uma das muitas bilhões de galáxias do Universo... Nem melhor nem pior que outras galáxias, nem diferente, nem mais isso, nem mais aquilo... Sabia? 

Já pousamos duas sondas em Marte, já posamos em Titã, uma Lua de Saturno, já exploramos os anéis de Saturno, e muito, muito mais... Mas você deve integrar o grupo que não 'acredita que o homem, sequer, foi à Lua'... 

Algumas pessoas, como você, vivem das mesmas certezas daqueles que findaram a Idade Média, e com a mesma expectativa média de vida que o homem de Cro-Magnon... Valho-me da atitude que emergiu da escuridão da Idade das Trevas, a atitude de 'tomar ciência', de 'tornar-se ciente', solidário e humano ... E, em pouco mais de dois séculos, tal atitude nos catapultou ao dobro da expectativa de vida, e reduziu à décima parte a mortalidade infantil... A sua, a minha, a de nossos filhos... Pense... 

Como podem ser tão tolos? Genética, neurofisiológica, e educacionalmente... Triste alinhamento de infortúnios... 

Carlos Sherman

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Pra que serve o conhecimento?



Por que 'desperdiçar' o tempo presente com cultura, estudo, conhecimento? Por que não viver somente do presente, na gandaia, ou de forma leve, talvez 'superficial'? Porque somos seres humanos, porque nossas tradições, costumes, nossas melhores práticas, aquelas que nos trouxeram até aqui, em termos de longevidade, redução da taxa de mortalidade, calor, moradia, alimento, saúde; as práticas que nos deram o 'presente para o presente', ou seja, que nos deram mais tempo vivos, estão assentadas sobre a cultura e o conhecimento cumulativo do homem... Viver melhor, e viver de forma mais útil, depende de entender como viemos parar aqui, como e porque... É isso...

Não se esqueçam que o homem de Cro-Magnon vivia em média entre 30 e 40 anos, assim como o homem no final da Idade Média... A taxa de mortalidade tornava as chances de viver a vida uma barreira estatística a ser transposta... Tendo o seu espermatozoide vencido uma corrida contra milhões e milhões, agora seria a vez de enfrentar uma gestação desafiadora, jogando a sorte na base do cara e coroa... Finalmente o primeiro e improvável choro, e um mundo selvagem e perigoso a ser superado... Mais uma vez a estatística jogando contra, e a taxa de mortalidade selaria o destino da maioria, antes mesmo de deixar a infância... 

Mudamos este quadro... Já não temos 10 filhos para criar 4... Curtimos a paternidade com um filho, dois, ou no máximo três filhotes, para finalmente vê-los crescer seguros, felizes, e conhecer os filhos dos seus filhos, e muitas vezes, os filhos dos filhos dos seus filhos... Para assegurar este destino, que o homem livre e involuntariamente escolheu, alguns precisam entender como o nosso complexo humano funciona, para encontrar saídas engenhosas para os novos problemas... Melhoramento contínuo... Seria tão bom se fossemos muitos... Ou muitos mais... Ainda seremos... Pelo bem da humanidade... 

Carlos Sherman   

Ninguém sai da vida com vida...





Trate de viver... Aproveite esta oportunidade maravilhosa... E lembre-se: ninguém sai da vida com vida... Você já está crescidinho para acreditar em fantasminhas e fantasias... Em deuses mandões e amiguinhos imaginários... E lamento informar que não existem superpoderes mágicos da imortalidade... A felicidade deseja a eternidade, o sofrimento clama por 'fim'... Mas o que temos de fato é a vida, com seus altos e baixos, uma miríade de possibilidades e experiências, com prazo de validade, sem direito a prorrogação... Mas se está lendo esta mensagem ainda está aqui, ainda está vivo, ainda faz parte da humanidade... Humano, demasiado humano... Viva!!! Hoje, urgente, já!!!

Carlos Sherman

quinta-feira, 12 de julho de 2012

De Gênio e Louco...




Um amigo do grupo Ethos escreveu sobre um amigo dele, um 'GÊNIO', que acredita que o home não foi à Lua:

"‎... o interessante é que esse meu amigo é um verdadeiro "gênio". Ele acabou recentemente seu doutorado em informática na PUC-RJ e sua tese deu o que falar por lá. Ele apresenta alguns questionamentos bem interessantes e eu gostaria de resolver este problema provando que há respostas para os questionamentos que ele levanta. Na verdade, argumentos como o custo ou suposto custo dos projetos, a "lógica" de que milhares de pessoas estariam envolvidas numa fraude e etc não funcionam. Afinal de contas temos também milhares ou mesmo milhões de pessoas envolvidas com outra fraude chamada cristianismo (Papa, bispos, toda a cúria da Igreja, coroinhas, beatos e beatas espalhados pelo mundo inteiro) e todos acreditam piamente na "bobajada" defendida pelos representantes da Igreja Católica. Então acho que a melhor e mais certeira forma de responder aos questionamentos dele não é apelar para números, ou tentativas de argumentações "paralelas" por mais válidos que esses argumentos possam ser. A melhor maneira de fazer isso, do meu ponto de vista é provar que há respostas que façam sentido para os questionamentos dele. Assim, quando ele questiona a quantidade de combustível necessária para tirar o módulo pousado da Lua e conectá-lo ao módulo que ficou em órbita, a melhor maneira de responder à isso é apresentar "fatos", algo do tipo: o peso do módulo Apólo "n"contando com os astronautas e o material coletado era de X quilos ou Y toneladas, levando em conta o campo gravitacional da Lua seria necessário Z quilos de combustíveis para que este módulo conseguisse sair da superfície e chegar à uma altitude de 100 km e conectar-se ao módulo em órbita. Portanto bastaria um recipiente de aproximadamente "w" metros cúbicos para armazenar esta quantidade de combustível e isso seria perfeitamente possível dada as dimensões do módulo em questão. É esse tipo de resposta que eu gostaria de prover para ele. Isso sim acabaria de vez com as argumentações. Não adianta tentar contra-argumentar com "argumentos" que não respondam diretamernte os questionamentos levantados por ele, entende? E também não adianta dizer que essa posição ou aquela é "idiota", "burra" ou "ignorante", porque isso não é argumento. Religiosos vivem cometendo este tipo de falácia contra nós - o chamado "argumentum ad hominem". Bom, é isso que eu realmente gostaria de conseguir, respostas diretas e precisas para os questionamentos por ele realizados. Se conseguir e ele insistir no seu "ponto de vista", aí sim, poderei considerá-lo alguém obtuso. Até lá, ele será apenas um cético que não teve respostas para os questionamentos que levantou. Abraços."


Respondi:

Com todo o respeito ele não pode ser um 'GÊNIO' e 'acreditar nesta imbecilidade de que o homem não foi à Lua'... Ou seja, ele é bem esforçado, informática não é mais do que técnica aplicada, de forma que um doutorado em informática não explica nada... Também podemos dizer que ele tem 'um tipo de inteligência' carecendo de outros...

A comparação entre a 'farsa' do cristianismo e a suposta farsa do homem na Lua não procede... Nem minimamente, e explico... A farsa do cristianismo não pode ser negada... Não podemos provar a inexistência do que não existe... A farsa da NASA poderia ser facilmente provada... E não estamos falando de ignorantes vagando no deserto e inventando estórias por demência ou poder... Estamos falando nas melhores mentes do mundo, cientistas, orquestrados aos milhares, além de milhares de observadores e competidores - como os russos - em uma mentira que não rende nada a ninguém... Nenhum deste cientistas, que dedicaram suas vidas ao ceticismo, ao conhecimento puro, ganha nada com isso... Estamos falando de Sagan por exemplo... É bem diferente de governos e governantes interessados ordinariamente em controlar pessoas pelo medo, com algo que acreditavam não poder ser provado, e valendo-se da facilidade em hipnotizar as massas, do medo, da ignorância, e de problemas nos lobos temporais... Não tem a menor relação... A farsa do cristianismo envolve 'dizer isso e aquilo'... A farsa da NASA envolve equipamentos, anos de desenvolvimento e pesquisa, em uma intrincadíssima cadeia tecnológica e de suprimentos... Absurdo... Nenhum 'GÊNIO' seria tão burro a ponto de não ver o óbvio... Somente um 'gênio' com sérios problemas mentais... Considero a adesão obsessiva a estas teorias conspiracionistas uma forma de demência ou um tipo de mal funcionamento neural... Diretamente relacionado à inteligência, e isso porque inteligência é a capacidade de reconhecer padrões... Nem mais nem menos... Este tipo de crendice ou superstição, decorre da flagrante falta de inteligência, por não perceber os padrões expostos, que gritam em nossa cara, enquanto se equivoca em reconhecer ou imaginar padrões inexistentes...

Discordo da sua tese sobre a melhor forma de explicar que o homem foi à Lua... O seu amigo, visivelmente, não tem conhecimento para discutir sobre combustíveis, energia, e recursos técnicos e tecnológicos para levar um homem à Lua... E nem percebe que está cercado de Satélites, e que usa a Internet, TV, GPS e telefone, porque eles realmente existem... Mandamos foguetes o tempo todo para o espaço, a Saturno, e muito além... Voyager, Hubble... Isso é ridículo... Porque perder tempo conversando com quem não tem - além de base científica, Física, Química, Mecânica, Eletromagnética - bom senso??? Respeitosamente falando... Faça uma vaquinha e mande ele a Cabo Canaveral... Se voltar contando a mesma ladainha, internem o cara... Pense bem, você está, por um lado, discutindo o óbvio, e perdendo o seu tempo, e por outro, discutindo com alguém que claramente não sabe nada sobre um tema complexo... Um cara assim tem problemas neurais, e quer acreditar no que diz, e fantasia a realidade... A ida do homem à Lua é um fato inegável, sem espaço para qualquer tipo de baboseira... Explicar os mecanismos neurais que remetem a tal devaneio é bem mais produtivo... Explicar que sim existe grana, Congresso, verbas, uma HISTÓRIA completa e documentada, com requintes de detalhes, é fundamental... Você acha que senadores se digladiaram por anos, contra e a favor de liberar verbas para o programa espacial à toa??? Com elevadíssimo peso econômico e político, e para nada? Ganhando e perdendo votos? Universidades, as melhores cabeças do mundo, que romperam com o status quo para fazer ciência pura e de ponta, mancomunadas para nada... Sagan, DeGrasse, Krauss, Feynmann, todos mancomunados? O que ganharam? Notoriedade? E os russos, que estamparam os feitos americanos nos jornais? Ficaram calados por quê? Por que, sendo hipócritas e insanos em sua busca por supremacia, não denunciaram tal farsa? Conheciam a cor preferida das cuecas de Kennedy, mas não viram que gigantescos aparelhos eram construídos somente de fachada? Sua espionagem não viu nada? Nem pensaram em aplicar o mesmo golpe? Isso é ridículo.... Não são argumentos paralelos, é a História da Verdade...

A questão é ter tempo a perder... Seu amigo não difere em nada de outros crentes... Somente 'crê' em outro fantasma... O fantasma da conspiração do homem na lua...

A Missão tripulada AS-204, termina com a morte de seus astronautas, causada por incêndio na cabine... Logo o programa retrocede em relação à missões tripuladas... Começa o programa Apollo, e somente a Apollo 7 leva tripulantes... A Apollo 8 orbitou a Lua na noite de Natal de 1968... A Apollo 9 testa o Módulo Lunar em órbita da Terra... A 10 testa o Módulo Lunar em órbita da Lua... Somente a 11 com Neil A. Armstrong, Michael Collins e Edwin E. "Buzz" Aldrin, em 1969, pousa na Lua em 20 de julho... A Apollo 12 recolheu partes da sonda "Surveyor 3"... A 13 não conseguiu pousar na Lua por um acidente... [TUDO FARSA???]... A 14 faz experimentos científicos, envolvendo o estudo de milhares de cientistas... Os seus dados e coletas são estudados até hoje... A Apollo 15 usa o Rover Lunar... [Por isso temos aqui na Terra o Land Rover] A Apollo 16 ficou 3 dias na superfície da Lua... A Apollo 17em 1972 faz o último vôo do projeto Apollo para a Lua... TUDO MENTIRA??? TUDO ORQUESTRADO??? Se alguém não pode render-se a tais evidências, então não perca o seu tempo com 'magnetosfera', 'pesos, medidas'... Não existem argumentos para crentes... Ele crê... Paciência... Um forte abraço....

Carlos Sherman

quarta-feira, 11 de julho de 2012

A Polemista...





Uma tal 'blogueira' declarou que abandonou o 'ateísmo' e se tornou anti-ateísta ou crente... Sei lá... Disparei:

Por partes... Nem livre, nem pensante... Uma polemista... Que adotou uma atitude 'pseudo-ateísta' e logo 'crente', ou anti-ateísta, não importa... O problema em tudo isso é que ser 'ateu' ou ateísta é uma grande besteira... Chocados? Não, não deixei de pensar, calma... Continuo prezando e zelando pelo livre pensamento, pela  ética... E ético, logo cético... Cético, aquele que olha de perto, que considera os detalhes, que fustiga a verdade... Ou seja, sou um homem livre e pensante, mortal, que vive corajosamente em um mundo natural, e sujeito às leis naturais, sem subterfúgios de nenhuma ordem... E isto implica em buscar o conhecimento, em fazer de tudo para aprimorar o discernimento, a pensabilidade e a análise crítica... Para ser um humano melhor e mais útil... Humano, demasiado humano... 


Não pode ser livre quem empunha bandeiras crentes, e que me perdoe o amigo Eubio; mas também não pode ser livre quem vive apenas de militância ateísta... Ser ateu é uma consequência do ceticismo e da ética e não o contrário... De forma que quem realmente entendeu a falácia das crenças jamais retornará à ignorância... Não procede minimamente... Mas quem militava pelo ateísmo, sem embasamento, apenas para polemizar, pode adotar qualquer outra bandeira... É o caso desta 'blogueira'... Nada mais, nada menos... Devemos separar polemistas de buscadores do conhecimento... O ateísmo vem como resposta e não como ideal... Ateísmo não é um fim e nem um começo, é somente uma consequência da integridade intelectual...

Carlos Sherman


P.S.: 

Brenda Pratte disse: "Vc se importa se eu usar sua resposta, Carlos Leger Sherman Palmer?? Eu te darei o crédito, com certeza!"

Respondi: "será uma honra"...

Se uma pessoa não tem bases científicas, astrofísicas, biológicas, genéticas, neurocientíficas, antropológicas, de ciência histórica, etc, não pode afirmar com conhecimento de causa ser 'ateia', senão por adesão à uma bandeira... Por simpatia ou por jogar contra... E da mesma forma, quem tem bases astrofísicas, biológicas, etc, etc, não pode dizer, 'agora voltei a ser crente'... Na realidade temos alguém que torcia pelos ateus, e agora é anti-ateísta, ou torce pelos crentes... Isso é frequente... Quem tem base científica não pode cometer a grave falácia lógica da 'inversão do ônus da prova'...

Carlos Sherman

Mais sobre Milagres...


'Milagres' acontecem... No Sírio e Libanês e no Albert Einstein... Por quê? Deus opera milagres pelo SUS?

Quanto mais avançada a medicina maior expectativa de vida de um povo, menor a mortalidade infantil... Quanto maior o grau de instrução de uma país, menor a fome e a violência... Quanto mais crentes mais pobres, mais fome, mais violência, mais mortes de recém nascidos, e menor a expectativa de deus... O mapa de deus é bem estranho...

E mais 'milagres' aconteceriam se convertêssemos igrejas em escolas e hospitais...

Por que as igrejas tem para-raios e seguro contra roubo e contra incêndio... Mas deus tudo pode... Ou não? 

Chico Xavier curou o câncer e a tuberculose, mas nada pôde contra a sua calvície... Estranho destino para um 'espírito elevado', a vaidade e o ridículo de usar perucas...

Carlos Sherman

O que é Bóson de Higgs - Legendado em português

Michio Kaku - O Bóson de Higgs e a Teoria das Cordas (LEGENDADO)

Neil deGrasse Tyson - Quando o Religioso Vai ao Planetário (LEGENDADO)

A Bela...



Hoje é 11 de Julho, ..., de 2012, pelo Calendário Juliano... Exatos 19 anos nos separam do dia 11 de Julho de 1993... Apenas 17 minutos haviam transcorrido desde a meia-noite, enquanto a madrugada avançava sobre o dia 11 de Julho de 1993... Um jovem adulto curtia um som, deitado no tapete da sala de sua humilde residência, um apartamento de dois quartos no bairro da Ponte Preta em Campinas; e sonhando acordado com o nascimento de sua primeira filha... A trilha sonora era 'Shine on you, crazy diamond', e ele sonhava que ela brilharia, de um jeito ou de outro... E este brilho estaria refletido dentro dele, de um jeito ou de outro...

Este pai sonhava acordado, e seguia absorto a dinâmica do Pink Floyd na longa balada Blues-Psicodélica, em seu head-phone... Quando, entre uma nota e outra da guitarra de Gilmour, pôde definir com clareza quando um som bem real e terreno anunciou o esperado - embora inesperado - evento: Isabela havia antecipado sua estréia... 'Carlos, estourou a bolsa'... E isso na madrugada de Sábado para Domingo, e exatamente um dia antes da data marcada para a estréia, já que a cesariana estava marcada para a Segunda - e isso porque a nossa Isa havia chegado sentadinha... 


Tendo considerado as coincidências, apenas por um lapso, corri para atender à emocionada e preocupada mamãe... Mantive a calma, externamente, e tratei de lembrar do 'procedimento'... Sim, ligar para a médica e avisar que estávamos indo para a maternidade, onde tudo já estava preparado - para a segunda -, ligar para a família da mãe - já que a minha família estava a mil quilômetros dali -, e arrumar a bolsa - não a que havia estourado... Tratei de acalmar a mamãe, acomodando-a em uma posição confortável para ambas, enquanto tratava da 'outra bolsa', aquele que foi curtida, buscada, rosa, com um coelhinho desenhado... A bolsa com as coisinhas da Isa... O babador que comprei no dia em que recebi a notícia da gravidez estava lá dentro, mesmo sabendo que ela não poderia utilizá-lo... Mas as roupinhas, as coisinhas, já estavam separadas, embora não acomodadas... Fui rápido e certeiro, mas contando com a supervisão de uma mamãe bastante ordeira e precavida... Na verdade estava tudo no jeito...

Descemos para o carro, e 'Shine on you, crazy diamond' não saia da minha cabeça... 'Que coincidência', pensei... No trajeto para a maternidade a mamãe estava um pouco tensa, mas eu fazia piadinhas, e comecei a cantarolar 'Rebento' de Gilberto Gil... E 'Rebento' assumiu o lugar de 'Shine on...', como o mantra em minha cabeça... 

Chegamos ao hospital e tratei de ser quem eu era, rsrsrs, e sou... Tratei de empenhar toda a minha atenção e meios para garantir a segurança e conforto 'delas'... O mundo está preparado para o 'não', arrancar um sim é sempre trabalhoso, e a ocasião era apropriada para invocar o trocadilho: afinal 'quem não chora' - definitivamente - 'não mama'... Tudo parecia encaminhado, mãe e filha atendidas... Mas segui sendo quem eu era, quem eu sou, e neste caso um homem capaz de indignar-se com injustiças... Um homem capaz de se levantar e lutar por uma boa causa... E isso porque enquanto minha mulher era atendida confortável e particularmente em um consultório, outra mãe, com sangramento, estava sendo 'expulsa' da maternidade... Não pude aceitar calado, enquanto sua família contrariada mas resignada, tratava de juntar os trapos para partir... Tratei de intervir, discursei com autoridade, jargões advocatícios, legais, ou sei lá o quê, e com crescente autoridade despejei sincera indignação... Tratei, eu, o jovem pai sonhador, de ameaçar a todos naquele hospital, caso qualquer coisa viesse a acontecer à mamãe e à criança... Eu testemunhava tudo, e faria de tudo para lutar por justiça... E cheguei a oferecer-me para dar um cheque caução, e felizmente não prestaram muita atenção a isso, rsrsrsrs... A mãe e seu bebê também foram atendidos...

Passei a concentrar-me novamente na minha Isa, Isabela, nome que equivale a 'duplamente bela', ou bela duas vezes... Tratei de preparar a filmadora... Naquele tempo, há 19 anos, não era tão frequente que pais assistissem a partos... E bem que tentei, mas a Maternidade não permitiu... Paciência... Fiquei ali sentado nos degraus de uma escada, bem ao lado da sala de parto... Eu havia avisado também à família da mamãe, que veio em peso, o vovô, o finado 'Ozonor', a vovó Doli, e as tias Fê e Rô... Enquanto o seu Ozonor tremia de medo e apreensão, mas também por não dispor de suficiente nicotina, as mulheres tratavam de puxar um 'pai nosso', seguido de várias 'ave Maria'... Busquei então um refugiu para cuidar de minha própria apreensão, como 'descrente novo'... De forma que experimentava pela primeira vez a mais completa ausência da barganha 'me ajuda que eu te glorifico'... Já era... Precisava ser honesto comigo mesmo, e coerente... Bom, desejei apenas que tudo saísse bem, afinal havíamos trabalhado para isso... A Renata - também descrente - havia cuidado com esmero e disciplina de sua saúde, e da saúde de sua bebê... Havia passado uma gravidez tranquila e regrada... Fizemos o acompanhamento médico com requintes de dedicação e qualidade... Trabalhamos antes para colher os frutos de uma gestação e um parto tranquilos... E assim foi, apesar da Isa 'preferir' permanecer sentadinha...

Até que a porta do Centro Cirúrgico se abriu, e lá estava ela... Minha filhinha, minha Isa, Isabela... A câmera pendeu no vazio e não caiu por força de uma alça de segurança... As imagens desta preciosidade 'brilhando' pela primeira vez ficaram e ficarão apenas em nossas memórias... A câmera fitava o chão, enquanto pendulava, deixando para a posteridade apenas o registro de nossas exclamações: 'que linda, que linda, minha filhinha'... 

O hospital logo percebeu que um pai bobo e exagerado estava à solta, enchendo o quarto de flores e bichinhos de pelúcia... A Isa passou bem, sem problemas, e a sua mamãe também... Os parentes e amigos passaram em revista, rsrsrsrs, e puderam testemunhar autêntica felicidade... E conforme planejado deixamos o hospital levando a nossa bebê pra casa, abarrotados de flores e mimos em geral...

A casa estava preparada para ela, as roupas de cama, edredons e afins estavam estampados com ursinhos, assim como o berço e a cômoda que eu havia desenhado para o marceneiro fabricar... Os seus móveis eram em mogno, e se apertavam no apartamento diminuto, mas por pouco tempo... Logo nos mudamos para o Cambuí, e para um apartamento bem maior, onde a Isa passou a sua infância... Filmei e fotografei tudo o que pude... Cada gesto, cada atitude curiosa ou não, tudo... Até que um dia, enquanto seguia a minha pequena com a câmera, ela me disse: 'papai, me deixa quietinha um pouquinho', rsrsrsrsrsrs.... Curti tanto a minha filhota, e contei estorinhas para que dormisse todos os dias de sua infância... 'E de repente, um vulto, quem era?', ao que ela respondia: 'a féia'... Sim a féia... 

Minha filha veio com um desafio... Eu queria ser um homem melhor, um pai melhor, um humano melhor... Hoje é o seu aniversário, mas sou eu quem celebro este presente: 'minha filha'... 'A Bela', que passou a representar um norte em minha vida... Passei a viver por ela, e para deixar um legado de exemplo e de amor por ela... E tem sido assim...

Minha filha querida, o aniversário é seu, mas o presente é meu... 'Você é algo assim, é tudo pra mim, é mais do que eu sonhava'... Agora uma mulher... Estudando para ser advogada, e ajudar a quem precise de justiça... Conte sempre comigo filha... Te amo...

Carlos Sherman

Foco e Ilusão...





''Você não pode confiar em seus olhos quando sua imaginação está fora de foco" - Mark Twain

As muitas faces de Cristo...




Provavelmente a única passagem razoável da bíblia é a passagem de 'dar a outra face'... Mas este suposto gesto de humildade e pacifismo, cai por terra se examinamos o desfecho... Quando 'Cristo', ele mesmo, em pessoa, vem como 'senhor da guerra', para mostrar a sua 'verdadeira face' matando e chacinando - com requintes de crueldade e indizível sofrimento - toda a humanidade... Ou seja, dar a outra face foi um mero gesto de dissimulação ou covardia... O negócio de Cristo - e de Deus - era mesmo o castigo e a vingança...

Aliás todas as crenças, todas elas, em todos os tempos e culturas, viveram de incutir o medo para vender a salvação...

Leonardo - galera -, muitos, a maioria, não pode ver... Não existe o livre arbítrio... Não é uma questão de 'não querer ver'... E o homem não é produto do meio, preconizado, entre outros, por Rosseau... Trata-se de uma falácia... Não podemos ver por razões genéticas... O quadro com ovelhinhas ao fundo, enquanto o algoz Valdemiro Santiago fatura sobre a desgraça alheia, é oportuno... Geneticamente, muitos, a maioria, esta destinada a seguir líderes e 'pastores'... A questão é que estas mesmas ovelhas estão nascendo em países majoritariamente 'descrentes', e aprendendo com seus líderes que o altruísmo e a preocupação com os demais é uma decisão inteligente e segura... Além de produzir o 'feedback' do prazer bioquímico de ajudar alguém... Mesmo que não haja o respectivo 'payback'...

Crentes são vítimas, seus algozes estão no púlpito... Tratemos de ajudá-los e não de empurrá-los ainda mais para baixo... Assim deve atuar um homem livre e inteligente... Humano, demasiado humano...

Carlos Sherman

consPIRAÇÃO





Perdão, mas sobre esta baboseira conspiracionista devo informar que as minhas reservas de paciência estão esgotadas... Lamento mas não disponho de meias palavras em meu estoque...

Aprenda um pouco sobre o Projeto Apollo, e deixe de repetir asneiras sobre conspirações, passando um recibo de otário espacial, enquanto repete a imbecilidade homérica de que o homem não foi à Lua...


O homem já pousou uma sonda em Titã, Lua de Saturno, já explorou os anéis de Saturno e Encélado, outra Lua de Saturno, com a sonda Cassini... E foi muito mais longe, em outras missões ainda mais espetaculares, Voyager, Hubble... Acordem, estudem, deixem de fazer este papel ridículo... 


Pior do que o desconhecimento são as pressuposições... Pior do que não saber, é não saber que não se sabe... Aqui vai um pouco de conhecimento e informação, aproveite se tem a fortuna de ser um homem livre e pensante... Se este não é o seu caso então fantasie livremente, essa é a sua sina... Mas não espere respeito por sua 'achogia desembasada'...


------------

Missões do Saturno I - Não Tripuladas

SA-1 - teste do foguete Saturno I
SA-2 - teste do foguete Saturno I com carga de 109 m³ de água, para investigar efeitos da transmissão de rádio e mudanças nas condições climáticas
SA-3 - teste do foguete Saturno I com carga de 109 m³ de água, para investigar efeitos da transmissão de rádio e mudanças nas condições climáticas
SA-4 - teste dos efeitos de desligamento prematuro dos motores
SA-5 - primeiro vôo do segundo estágio
A-101 - teste da integridade estrutural dos Módulos de Comando e Serviço
A-102 - último teste de vôo, levando um computador programável
A-103 - levando o satélite Pegasus A
A-104 - levando o satélite Pegasus B
A-105 - levando o satélite Pegasus C

"Nós fomos explorar a Lua, mas de fato descobrimos a Terra" - Eugene Cernan (esteve no espaço três vezes, na última delas como comandante da Apollo 17 - a última das missões Apollo a pousar na Lua -, sendo Eugene ‘o último homem na Lua’)

Missões de Teste de Aborto - Não Tripuladas

Teste 1 - teste de aborto na plataforma de lançamento
Teste 2 - teste de aborto

Missões Little Joe II - Não Tripuladas

QTV - teste de qualificação do Little Joe II
A-001 - teste de aborto transônico
A-002 - máxima altitude, teste de aborto Max-Q
A-003 - teste de aborto
A-004 - teste com peso máximo

Um cérebro fraco transforma a filosofia em loucura, a ciência em superstição, e a arte em pedantismoGeorge Bernard Shaw


Missões Apollo-Saturno IB e Saturno V - Não tripulados 

AS-201 - primeiro teste de vôo do foguete Saturno IB
AS-203 - investigou falta de gravidade nos tanques de combustível da S-IVB
AS-202 - teste de vôo sub-orbital dos Módulos de Comando e Serviço
AS-204 ou Apollo 1 - incêndio dentro da cápsula no solo, em 27 de janeiro de 1967, provocando a morte dos astronautas Virgil "Gus" Ivan Grissom, Edward Higgins White II e Roger Bruce Chaffee
Apollo 4 - primeiro teste do lançador Saturno V
Apollo 5 - teste do foguete Saturno IB e Módulo Lunar
Apollo 6 - teste do foguete Saturno V

"Tudo o que eu conhecia - a minha vida, meus entes queridos, a Marinha - tudo, o mundo inteiro, estava escondido atrás do meu polegar" -James Lovell (comandante da dramática missão da Apollo 13)

Missões do Projeto Apollo (Saturno IB e Saturno V) - TRIPULADAS

Apollo 7 (Walter Schirra, Donn Eisele e Walter Cunningham) - decolagem em 11 de outubro de 1968 - primeira missão Apollo tripulada, usou o foguete Saturno IB
Apollo 8 (Frank Borman, James Lovell e William Anders) - dezembro de 1968 - orbitou a Lua na noite de Natal
Apollo 9 (James McDivitt, David Scott e Russell Schweikart) - março de 1969 - testes do Módulo Lunar em órbita da Terra
Apollo 10 (Tom Stafford, John Young e Eugene Cernan) - maio de 1969 - testes do Módulo Lunar em órbita da Lua
Apollo 11 (Neil A. Armstrong, Michael Collins e Edwin E. "Buzz" Aldrin) - decolagem em 16 de julho de 1969, pouso na Lua em 20 de julho de 1969, retorno a Terra em 24 de julho de 1969 - primeiros homens a caminhar na Lua
Apollo 12 (Charles Conrad, Richard Gordon e Alan Bean) - novembro de 1969 - recolheu partes da sonda "Surveyor 3"

Apollo 13 (James Lovell, Fred Haise e John Sweigert) - abril de 1970 - um acidente impediu o pouso na Lua
Apollo 14 (Alan Shepard, Stuart Roosa e Edgar Mitchell) - fevereiro de 1971 - experimentos científicos
Apollo 15 (David Scott, James Irwin e Alfred Worden) - julho de 1971 - uso do rover lunar
Apollo 16 (John Young, Thomas Mattingly e Charles Duke, Jr.) - abril de 1972 - ficou 3 dias na superfície da Lua
Apollo 17 (Eugene Cernan, Ronald Evans e Harrison Schmitt) - dezembro de 1972 - último vôo do projeto Apollo para a Lua
Skylab II, III e IV - três missões que usaram a nave Apollo para trabalhar com a estação espacial Skylab (todas as três usaram o foguete Saturno IB)
Apollo-Soyuz ou Apollo 18 (Tom Stafford, Vance Brand e Donald Slayton) - julho de 1975 - acoplou em órbita da Terra com a Soyuz 19 da URSS (foi usado o foguete Saturni IB)



Missões canceladas


O programa original pré-lunar era bastante conservador no que toca às exigências impostas pelo planeamento, mas com a confirmação do sucesso dos testes do Saturno V procedeu-se ao cancelamento e adaptação de algumas missões, nomeadamente a da Apollo 8, que seria apenas uma missão de órbita terrestre, convertida em missão para a Lua alegadamente por George Low. Embora se defenda frequentemente que esta transição tenha ocorrido em resposta às tentativas de pilotar uma nave Zond em torno da Lua, não existem provas que fosse assim. Os oficiais da NASA estavam cientes do projeto e a agenda das missões Zond não coincide com o extenso relatório da NASA acerca da decisão sobre a Apolo 8. É, porém, practicamente consensual que estas alterações foram baseadas na agenda do Módulo Lunar, em oposição ao medo dos estadunidenses de perder a corrida à Lua.

Finalmente, devido ao desinteresse nas missões lunares e falta de verbas, foram canceladas as planejadas missões Apollo 18, Apollo 19 e Apollo 20 (veja missões Apollo canceladas).

Fontes:
Projeto Apollo
The Apollo Flights
The Apollo Program
Nasa's Fortieth Anniversary Audio and Video Clips
Apollo 11 30th anniversary
The Apollo Program
1969: O Ano da Lua
Simulador reentrada na atmosfera terreste
Wikipedia



O Custo da Brincadeira


Aeronaves Apollo US$ 7,95 bilhões
Veículos Saturn I US$ 767 milhões
Veículos Saturn IB US$ 1,13 bilhões
Veículos Saturn V US$ 6,87 bilhões
Desenvolvimento e Engenharia de Veículos US$ 854 bilhões
Suporte a Missões US$ 1,43 bilhões
Aquisição e Análise de Dados US$ 664 milhões
Apoio em Terra US$ 1,83 bilhões
Instalações de Operação US$ 2,42 bilhões

O custo final reportado pelo Projeto Apollo ao Congresso Norte-Americano foi de US$25,4 bilhões em 1973... O valor corrigido em 2010 pelo 'The Space Review Report' foi de US$109 bilhões... Estima-se que toda a corrida espacial americana, envolvendo os ônibus espaciais, chega à casa dos 'trilhões de dólares'... Haja conspiração - ou PIRAÇÃO...



Se você ainda dúvida do Programa Espacial Americano e da - menos importante - ida do homem à Lua, e isso enquanto usa a Internet, ou seja, usa os satélites americanos em órbita, me desculpe mas VOCÊ É UM COMPLETO IMBECIL... UM IMBECIL ESPACIAL... UM IMBECIL ASTRONÔMICO... Com o perdão da sinceridade...

P.S.1.: Sergio, rsrsrs, é realmente 'phoda' cruzar com este nível de ignorância - de ignorar a causa, conhecimento ou fato -, rsrsrsrsrs, incrível... O homem não só foi à Lua como o fez mais várias vezes, com acidentes, hesitações, mortes, desperdício de grana, etc... Este foi o Projeto Apollo... Bastaria visitar Cabo Canaveral na Flórida, USA - onde tive a oportunidade de estar em três datas -, ou estudar um pouco... Para a tal conspiração, seria necessário orquestrar centenas de milhares de pessoas, entre milhares de funcionários da NASA e milhares de funcionários dos prestadores de serviço e fornecedores da NASA... Além é claro de calar os russos, que viviam espionando o programa americano... E mais, os russos tentavam esconder o seu insucesso, enquanto americanos estampavam nos jornais os seus fracassos e vitórias... Isso tudo é absurdo, mas denota outro problema: a mente do seu amigo... Pessoas que vivem buscando explicações conspiratórias e fantasmagóricas, também gostam de uma polêmica, e tudo isso está regido por hormônios, e tem sua origem no sistema límbico... Infelizmente seu amigo, assim como milhares ou milhões, estão fadados a este comportamento sistemático... Normalmente são pessoas que costuma acreditar apenas no som da própria voz, ou naquilo que lhes pareça mas 'sombrio' e malévolo, pois assim explicariam parte dos seus próprios problemas e - por que não dizer - insucessos...

P.S.2: Para aqueles que infantilmente ou neuropatologicamente acreditam na estorinha da carochinha da teoria conspiratória de que 'o homem não foi à Lua', devo lembrá-los de que a FARSA teria que ser bem maior do que uma simples missão... Uma farsa de trilhões de dólares... A troco de quê? De nada... Mas tem crente pra tudo... Vejam o tamanho do circo, rsrsrsrs....

Carlos Sherman


quarta-feira, 4 de julho de 2012

Onipotência...



Sofismas, apenas sofismas... Truques... Na verdade a proposição da existência de deus ou de deuses, não merece ser sequer aceita pela mais completa ausência de evidências... O adjetivo 'onipotente' só torna a proposição mais insólita... Em suma é uma questão de tempo a perder... A minha vida é finita, logo o meu tempo também o é... Brincar de deus e com deuses é um tempo que não pretendo perder... Sejam tais fantasias 'onipotentes', ou que tais 'deuses' soltem raios pelo rabo, cuspam fogo, leiam mentes, vejam através das paredes, ou vivam para sempre... Estejam eles rascunhados em paredes, esculpidos em templos, ou representados em livros ditos sagrados ou em gibis; ainda assim serão meramente fruto da debilidade de uns, do medo de outros, e da esperteza de seus algozes...


E citaram Descartes... E contestei:


Descartes não vale, rsrsrss, é crente... E passou absurdamente à história como um defensor da lógica e do pensamento racional, sendo na realidade uma farsa, um engôdo como 'racionalista'... Descartes é um crente que escreve para crentes....



Carlos Sherman

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Os males da religião?



Grandes amigos meus versavam sobre 'os males da religião', considerando as ofensas dirigidas por crentes a ateus:

"Será que essas pessoas são tão ofensivas assim por causa da religião? Será que é mesmo a religião o grande problema? Porque parece que tem pessoas tão cruéis e que colocam comentários tão desumanos, que ouso pensar que mesmo num mundo em que todas as religiões fossem exorcizadas, essas pessoas continuariam a agir assim. Não sei... A religião faz sim muitas coisas ruins, mas acho que ela não é a 'Raiz de todo o Mal'. O que vocês acham?"

Brothers, e escrevendo desde São Carlos, minha nova morada, o problema é outro... Comportamentos obsessivos, defensivos, agressivos, etc e tal, tem origem em nossa genética... Religião, política e futebol são oportunidades para expressar a adesão a toda sorte de bandeiras... Defender bandeiras e agir de forma dogmática é uma impulsão genética, que pode ser estimulada ou não por nosso sistema educacional... O 'mal' é o dogma... O 'mal' é defender o seu grêmio ou grupo sem se importar com a justiça... O mal é discriminar 'eles' e 'nós'... Embora tais 'programas' em nossa mente tenham desempenhado importante papel em nossa sobrevivência em tempos idos... Sempre digo que no debate honesto perder é ganhar... Ganhar em novos conhecimentos... Na disputa sombria perder é perder mesmo... E vale tudo para ganhar, até perder-se... Este é o mal do dogma... Atropelar a verdade, a justiça e a ética em prol do 'NÓS' - contra ELES -, custe o que custar... Por isso insisto amigos, ´ÉTICO, LOGO CÉTICO'... Ser cético, ou seja, olhar os detalhes, olhar de perto, olhar detidamente, é um dos pré-requisitos da liberdade e da honestidade...

Carlos Sherman

Bernard Shaw





Um cérebro fraco transforma a filosofia em loucura, a ciência em superstição, e a arte em pedantismo” 


George Bernard Shaw